Ipueira: vereador Diego Macedo diz que não aceita ser candidato a prefeito

0 comentários
Quem conversou com o blogue foi o vereador de Ipueira, Diego Macedo. Ele disse que não aceita concorrer ao cargo de prefeito do município, em 2016, sendo postulante à reeleição para o Poder Legislativo

“No momento oportuno a ex-prefeita Concessa Macedo irá reunir todo o nosso grupo para, juntos, decidirmos qual será o melhor nome para disputar a eleição”, comentou Diego.

Fonte: RobsonPires.

Leia Mais »

PT de São Mamede emitiu nota de pesar pela morte de Chichico, um dos seus fundadores

0 comentários
O Partido dos Trabalhadores da cidade de São Mamede emitiu nota de pesar pela morte de Francisco Medeiros (Chichico), um dos seus fundadores e candidato à prefeito do município em 1992. 

Miminho como também era conhecido foi histórico eleitor do ex-presidente Lula a quem recepcionou na candidatura de 1989 em sua cidade.

Nota de Pesar

É com pesar que recebemos a notícia do falecimento de um dos fundadores do nosso partido em São Mamede, Francisco Belmiro de Medeiros, (Chichico). Reconhecemos seu legado e nos solidarizamos com familiares e amigos.

O PT de São Mamede, em nome de toda sua militância, dirigentes e parlamentares, registra o sentimento de perda que, com certeza, abate todos e todas que conheceram o senhor Francisco Belmiro de Medeiros que morreu, na tarde deste sábado, 31.

Francisco Belmiro de Medeiros foi um dos fundadores do PT em São Mamede, Francisco foi o primeiro candidato a prefeito pelo PT de São Mamede em 1992.

Diretório Municipal do PT de São Mamede


Leia Mais »

Papa: Elites eclesiais não seguem a via de Jesus

0 comentários
Cidade do Vaticano (RV) - Não seguem a nova via aberta por Jesus aqueles que privatizam a fé fechando-se em “elites” que desprezam os outros: é o que afirmou o Papa durante a homilia da manhã desta quinta-feira, (29/01), na Casa Santa Marta. Comentando a Carta aos Hebreus, o Papa disse que Jesus é “a via nova e vivente” que devemos seguir “conforme a Sua vontade”. Porque existem formas errôneas de vida cristã. Jesus “dá os critérios para não seguir os modelos equivocados. E um destes modelos errados é privatizar a salvação”:

“É verdade, Jesus salvou a todos nós, mas não de forma genérica, não? Todos, mas cada um individualmente, nome e sobrenome. E esta é a salvação pessoal. Realmente estou salvo, o Senhor me olhou, deu a vida por mim, abriu esta porta, esta nova via para mim, e cada um de nós pode dizer: ‘para mim’. Mas existe o perigo de esquecer que Ele nos salvou individualmente sim, mas como parte de um povo. Em um povo. O Senhor sempre salva no povo. Do momento que chama Abraão, promete a ele de criar um povo. E o Senhor nos salva em um povo. Por isso o autor desta Carta nos diz: ‘Prestemos atenção uns aos outros’. Não existe uma salvação somente para mim. Se eu entendo a salvação assim, erro; pego a estrada errada. A privatização da salvação é uma estrada errada”.

São três os critérios para não privatizar a salvação: “a fé em Jesus que nos purifica”, a esperança que “nos faz enxergar as promessas e seguir adiante” e “a caridade: prestemos atenção uns aos outros, para estimular-nos reciprocamente na caridade e nas boas obras”:
“E quando eu estou numa paróquia, numa comunidade – qualquer que seja – eu estou ali e posso privatizar a salvação e estar ali somente socialmente. Mas para não privatizá-la, devo perguntar a mim mesmo se eu falo, comunico a fé; falo, comunico a esperança; falo, faço e comunico a caridade. Se numa comunidade não se fala, não se encoraja um ao outro, nessas três virtudes, os membros daquela comunidade privatizaram a fé. Cada um busca a sua própria salvação, não a salvação de todos, a salvação do povo. E Jesus salvou cada um, mas num povo, numa Igreja”.

O autor da Carta aos Hebreus – prosseguiu o Papa – dá um conselho “prático” muito importante: “não desertemos as nossas reuniões, como alguns têm o hábito de fazer”. Isso acontece “quando nós estamos numa reunião – na paróquia, no grupo – e julgamos os outros”, “há uma espécie de desprezo pelos outros. E esta não é a porta, o caminho novo e vivente que o Senhor abriu, inaugurou”:

“Desprezam os outros; abandonam a comunidade inteira; desertam o povo de Deus; privatizaram a salvação: a salvação é para mim e para meu grupinho, mas não para todo o povo de Deus. E este é um erro muito grande. É o que chamamos – e que vemos – ‘as elites eclesiais’. Quando no povo de Deus se criam esses grupinhos, pensam ser bons cristãos, talvez tenham até boa vontade, mas são grupinhos que privatizaram a salvação”.

“Deus – destacou o Papa – nos salva num povo, não nas elites que nós produzimos com as nossas filosofias e o nosso modo de entender a fé. E essas não são as graças de Deus. Pensemos: eu tenho a tendência de privatizar a salvação para mim, para o meu grupinho, para a minha elite ou não deserto todo o povo de Deus, não me afasto do Seu povo e sempre estou em comunidade, em família, com a linguagem da fé, da esperança e a linguagem das obras de caridade?”. E concluiu: “Que o Senhor nos dê a graça de sentir-nos sempre povo de Deus, salvos pessoalmente. Isso é verdade: Ele nos salva com nome e sobrenome, mas salvos num povo, não no grupinho que eu crio para mim”. (RB/BF)                



Leia Mais »

Homem é preso em flagrante pela PRF após roubar moto em São Mamede

0 comentários
Um maior de idade, Alexandre do Nascimento, de 22 anos, foi preso, pela Polícia Rodoviária Federal, por volta das 14h00 de ontem, dia 30 de janeiro de 2015, na serra de Santa Luzia-PB, mais precisamente, no Km 282, acusado do roubo de uma moto (ocorrido também na tarde de ontem), na cidade de São Mamede-PB. O mesmo estava portando um revolver calibre 38 (porte ilegal de armas). 

Juntamente com ele, a polícia deteve um menor de idade, de 17 anos, que também participou do roubo da moto. Ambos são da cidade de Pocinhos-PB.

A moto foi recuperada!

A Polícia Militar de Santa Luzia-PB foi até o local para auxiliar a PRF. Os dois foram conduzidos até a delegacia, na cidade de Patos-PB.

Fonte: Henrique Melo - Rede Sertão PB



Leia Mais »

Chaguinha Medeiros é nomeado Gerente Regional do Orçamento Democrático no governo RC II, confira;

1 comentários

O jovem São Mamedense, Chaguinha Medeiros, presidente do PSB de São Mamede, foi nomeado no ultimo dia 23 de janeiro pelo governador Ricardo Coutinho para ocupar o cargo em comissão de Gerente Regional de Acompanhamento e Formação Democrático Estadual, com atuação na região de Patos e Monteiro. 

O socialista já ocupa o cargo deste do primeiro mandato governador Ricardo Coutinho, a frente da gerencia Chaguinha apresentou relevantes serviços, com certeza os serviços prestados a sociedade paraibana credenciaram sua nomeação pelo governador para continuidade a frente da referida gerência. 



"Obrigado ao Governador Ricardo Coutinho, ao Secretario Givanildo Pereira, Adriano Araujo e aos demais companheiros (as), pela confiança em mim renovada. Um novo Desafio se inicia nessa nova Missão, que é a Gerencia de Acompanhamento e Formação das Regiões de Patos e Monteiro", Disse Chaguinha Medeiros. 

BlogSãoMamede1

Leia Mais »

Sinal da TV Paraíba foi restabelecido em São Mamede, confira:

0 comentários
O sinal da TV Paraíba que é afiliada da TV Globo foi restabelecido em São Mamede.

Há alguns dias, os São Mamedenses vinham se queixando da dificuldade em sintonizar no canal, pois o sinal da TV só pegava pra quem tem antena parabólica.

Sintonizando no canal 08, os São Mamedenses já podem acompanhar a programação da TV Paraíba/Globo normalmente.  


Matéria publicada neste Blog onde reclamava do assunto: 

TV Paraíba está sem sinal em São Mamede, confira;

BlogSãoMamede1


Leia Mais »

Paróquia Santa Luzia terá mais um padre como vigário colaborador

0 comentários
A Paróquia Santa Luzia ganhará mais um padre para atuar como vigário colaborador. O Padre Bento Oliveira de Almeida, que atualmente é administrador da Paróquia São Sebastião em Catingueira, vai ser transferido para Santa Luzia. 

Padre Bento é um dos sacerdotes mais jovens da diocese tendo sido ordenado em 09 de setembro 2011 por Dom Manoel dos Reis de Farias na cidade de Junco do Seridó que é a sua terra natal. Teve um notável destaque em sua atuação à frente da Paróquia de São Sebastião em Catingueira e recebeu o título de cidadão catingueirense.

De acordo com o Padre Elias Ramalho, ele vem para Santa Luzia com uma missão muito especial de acompanhar a comunidade de São Francisco em Várzea que está em processo de elevação à condição de Paróquia. "Padre Bento atuará mais em Várzea enquanto eu e o padre Maurício nos dedicaremos mais à Santa Luzia" Explicou o Padre Elias.

A data de chegada de Padre Bento Oliveira a Santa Luzia está prevista para o próximo dia 18 de fevereiro durante a missa da quarta feira de cinzas pela manhã. Neste mesmo dia haverá o reunião do CMPP (Conselho Missionário Pastoral Paroquial) na qual as lideranças dos movimentos e pastorais já deverão ter um primeiro contato com o padre.

http://paroquiasantaluziaparaiba.blogspot.com.br/

Leia Mais »

PT da Paraíba começa organização de diretórios municipais visando as eleições de 2016

0 comentários
A partir deste fim de semana, o Partido dos Trabalhadores da Paraíba (PT-PB) inicia a ação intitulada “Caravana Regional”, que surgiu com o objetivo de proporcionar a organização partidária de alguns diretórios municipais. As primeiras cidades visitadas serão aquelas localizadas na Borborema, Brejo e Sertão.
 
Segundo o presidente do PT-PB, Charliton Machado, esse será um importante momento para o partido: “O nosso calendário de atividades vai além dos anos eleitorais, mas sabemos que 2016 será a nossa próxima grande batalha, e devemos estar preparados para ela. O desafio é preparar os 223 municípios para 2016, nos fortalecer, e executar essas ações”.
 
Em cada cidade visitada, as comissões de dirigentes irão dialogar com a direção e com a militância. Esses momentos acontecerão através de reuniões e plenárias, e de acordo com a realidade de cada diretório será feito um planejamento específico.
 
“O que queremos fazer é colocar o PT como protagonista nas próximas eleições. Temos história, temos princípios, temos valores, temos experiência e temos pessoas preparadas para fazer as mudanças necessárias que a população precisa”, destacou.
 
Ainda dentro desse processo de organização interna, o partido irá realizar no mês de outubro um processo de Eleições Diretas para que os municípios com Comissões Provisórias formalizem os seus diretórios municipais.

Assessoria

Leia Mais »

DESEMPREGO É O MENOR DA HISTÓRIA EM 2014: 4,3%

0 comentários
: Taxa caiu de 4,8% em novembro para 4,3% em dezembro, repetindo a menor taxa histórica de dezembro de 2013; já o índice de desocupação médio de janeiro a dezembro de 2014 foi estimado em 4,8%, também o menor da história da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), contra 5,4% no ano anterior, segundo dados divulgados pelo IBGE na manhã desta quinta-feira 29; média anual da população desocupada foi estimada em 1,176 milhão de pessoas, contingente 54,9% menor que o de 2003 e 10,8% abaixo da média de 2013.

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O desemprego brasileiro caiu a 4,3 por cento em dezembro, ante 4,8 por cento em novembro, e igualou a mínima histórica registrada no mesmo mês de 2013, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.
Com isso, o desemprego encerrou 2014 com taxa média de 4,8 por cento, também a menor da série, contra uma taxa média de 5,4 por cento em 2013.
Pesquisa da Reuters apontava expectativa para a taxa de desemprego de 4,6 por cento em dezembro, segundo a mediana de 26 projeções, que foram de 3,85 a 5,20 por cento.
(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)
Confira abaixo o texto publicado pelo IBGE com os dados da pesquisa:
Em dezembro, taxa de desocupação fica em 4,3% e fecha 2014 com média de 4,8%
Em dezembro de 2014, a taxa de desocupação foi estimada em 4,3%, repetindo o percentual de dezembro de 2013 e mantendo o menor nível de toda a série histórica da PME. Em novembro de 2014, a taxa fora de 4,8%. Já a taxa de desocupação média de janeiro a dezembro de 2014 foi estimada em 4,8% (a menor da série), contra 5,4% em 2013. Em relação a 2003 (12,4%), a redução chegou a 7,5 pontos percentuais.
Em 2014, a média anual da população desocupada foi estimada em e 1,176 milhão de pessoas desocupadas, contingente 54,9% menor que o de 2003 (2,608 milhões) e 10,8% abaixo da média de 2013 (1,318 milhão). Em dezembro de 2014, a população desocupada nas seis regiões pesquisadas (1,051 milhão) recuou 11,8% em relação a novembro (1,192 milhão) e 0,9% contra dezembro de 2013 (1,061 milhão).
A média anual da população ocupada nas seis regiões pesquisadas em 2014 foi estimada em 23,087 milhões de pessoas, recuando 0,1% em relação a 2013, quando este contingente era de 23,116 milhões. Em dezembro de 2014, a população ocupada nas seis regiões pesquisadas chegou a 23,224 milhões, recuando 0,7% em relação a novembro e ficando estatisticamente estável (0,5%) frente a dezembro de 2013.
O percentual médio de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado em relação à população ocupada passou de 50,3% (11,6 milhões) em 2013, para 50,8% (11,7 milhões) em 2014. Em 2003 essa proporção era de 39,7% (7,3 milhões). Em 12 anos esse contingente cresceu 59,6% (ou mais 4,4 milhões). Em dezembro de 2014, havia 11,807 milhões de trabalhadores com carteira assinada no setor privado, apresentando estabilidade no mês e no ano.
Em 2014, a média anual do rendimento habitual real da população ocupada (R$ 2.104,16) cresceu 2,7% em relação a 2013 (R$ 2.049,35). Em relação a 2003 (R$1.581,31), houve um ganho de 33,1% (ou cerca de R$ 522,85). De 2003 a 2014, o rendimento habitual real nos serviços domésticos teve o maior aumento (69,9%) entre os grupamentos de atividade pesquisados pela PME. Em dezembro de 2014, o rendimento médio habitual dos ocupados era R$ 2.122.10. Houve queda de 1,8% em relação a novembro (R$ 2.161,93) e alta de 1,6% contra dezembro de 2013 (R$ 2.089,57).
A média anual da massa de rendimento real mensal habitual em 2014 (R$ 49,3 bilhões) cresceu 3,0% em relação a 2013 e 66,0% contra 2003. Em dezembro de 2014, a massa de rendimento real habitual (R$ 50.015 milhões) caiu 2,4% em relação a novembro (R$ 51.243 milhões) e subiu 1,4% em relação a dezembro de 2013 (R$ 49.307 milhões). Já a massa de rendimento efetivo (R$ 55.180 milhões) cresceu 7,2% em relação a outubro (R$ 51.467 milhões) e cresceu 5,5% contra novembro de 2013 (R$ 52.297 milhões).
A Pesquisa Mensal de Emprego (PME) é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Sua publicação completa está disponível aqui. A publicação da Retrospectiva do Mercado de Trabalho 2003-2014 está aqui.
Rio de Janeiro mostra maior redução na população desocupada
O maior percentual de redução na população desocupada de 2014 em relação a 2013 foi na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (-23,4%), com São Paulo (-16,5%) e Belo Horizonte (-12,5%) a seguir. Nas Regiões Metropolitanas de Salvador (14,8%), Porto Alegre (8,7%) e Recife (1,8%), por outro lado, a população desocupada cresceu entre 2013 e 2014.
Nível de ocupação das mulheres ainda é menor, porém cresce mais que o dos homens
O nível da ocupação, proporção entre a População Ocupada e a População em Idade Ativa (dez anos ou mais de idade), alcançou 53,3%. Frente a 2003 (50,0%) houve alta de 3,2 pontos percentuais. O nível de ocupação das mulheres (45,4%) continuou inferior ao dos homens (62,6%), mas, em relação a 2003, seu aumento foi superior ao dos homens. Em relação a 2003, aumentou o nível da ocupação dos jovens de 18 a 24 anos (de 53,8% para 57,2%) e da população de cor preta ou parda (de 48,5% para 53,0%).
Serviços domésticos e construção têm os maiores ganhos no rendimento
Em todos os grupamentos de atividade houve ganhos no poder de compra do rendimento do trabalho. Os grupamentos com os maiores aumentos percentuais foram aqueles com os menores rendimentos. De 2013 a 2014, os ganhos de rendimento dos grupamentos foram: construção, 6,7%; serviços domésticos, 4,5%; comércio, 4,2%; educação, saúde e administração pública, 2,7%; outros serviços, 1,9%; indústria, 1,3% e serviços prestados às empresas, 0,6%.
Nos serviços domésticos, de 2003 a 2014, houve o maior aumento entre os grupamentos, 69,9%. Ainda em relação a 2003, outro destaque foi a construção, composto em sua maioria por pedreiros, com ganho de 58,7%.
Em 2014, o rendimento médio real domiciliar per capita (R$1.425,63) aumentou 2,4% em relação a 2013 e 49,6% comparado a 2003.
Rendimento dos pretos e pardos equivale a 58,0% dos rendimentos dos brancos
A pesquisa apontou disparidades entre os rendimentos de homens e mulheres e, também, entre brancos e pretos ou pardos. Em 2014, em média, as mulheres ganhavam em torno de 74,2% do rendimento recebido pelos homens - uma expansão de 0,6 ponto percentual frente a 2013 (73,6%). A menor proporção foi registrada em 2003, 70,8%.
O rendimento dos trabalhadores de cor preta ou parda, de 2003 para 2014, cresceu 56,3%, enquanto o rendimento dos trabalhadores de cor branca cresceu 30,4%. Mas a Pesquisa registrou também, que os trabalhadores de cor preta ou parda ganhavam, em média, em 2014, 58,0% do rendimento recebido pelos trabalhadores de cor branca. Em 2013, esta razão era 57,4%. Destaca-se que, em 2003, não chegava à metade (48,4%).
Rendimento no Rio de Janeiro mostra o maior crescimento
Entre as seis regiões metropolitanas pesquisadas, o rendimento médio real habitual da população ocupada no Rio de Janeiro teve a maior expansão (6,4%), com Recife (4,1%) a seguir.
Em relação a 2003, quatro regiões apresentaram variações maiores que a verificada no total das seis regiões metropolitanas (33,1%): Recife, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, com taxas de 36,6%; 39,8%; 43,5% e 49,3%, respectivamente. As menores variações foram em São Paulo (23,9%) e Salvador (27,5%). Embora São Paulo tenha crescido menos do que a média das regiões pesquisadas, seu patamar é o segundo mais alto (R$ 2.192,43), logo atrás do Rio de Janeiro (R$ 2.346,50).
De 2013 para 2014, o rendimento aumentou em quase todas as formas de inserção: empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado (1,7%), os militares e funcionários públicos estatutários (2,6%), trabalhadores por conta própria (3,8%) e empregadores (7,1%). Já os empregados sem carteira no setor privado registraram queda real de 1,7%.
Cresce a presença de pessoas com 50 anos ou mais no mercado de trabalho
De 2013 para 2014, a proporção de pessoas com 50 anos ou mais de idade na população em idade ativa aumentou de 32,3%, para 34,1%. Neste período, a presença de pessoas com 50 anos ou mais de idade no mercado de trabalho passou de 23,6%, para 24,7%. Em 2003, este grupo representava 16,7% da população ocupada.
Escolaridade de população ocupada continua crescendo
De 2013 para 2014, a escolaridade da população com 10 anos ou mais de idade aumentou. A proporção de pessoas com 11 anos ou mais de estudo cresceu 1,4 ponto percentual (de 48,5% para 49,9%). Em relação a 2003, quando este percentual era 34,3%, a expansão foi de 15,5 pontos percentuais em 12 anos.
Entre os trabalhadores, o avanço da população com 11 anos ou mais de estudo foi ainda maior, passando de 46,7% em 2003 para 65,4 % em 2014, crescimento de 18,7 pontos percentuais. Aumentou também a proporção de trabalhadores com ensino superior completo: em 2003 eles representavam 13,8% e, em 2014, 21,3%.
No ano, participação feminina no mercado de trabalho ficou estável
A participação das mulheres na população ocupada praticamente não se alterou, passando de 46,0% em 2013 para 46,1% em 2014. Ressalta-se que no confronto 2003 (43,0%), houve elevação significativa da participação delas no mercado de trabalho.
Em 2014, as pessoas ocupadas tinham uma jornada média semanal de 40,1 horas efetivamente trabalhadas, contra 41,3 horas em 2003. As regiões metropolitanas de São Paulo (40,6) e Rio de Janeiro (40,8) apresentaram jornadas superiores à média das seis regiões.
De 2013 para 2014, os grupamentos de atividade que mais aumentaram sua participação na população ocupada foram Serviços prestados às empresas (de 16,2% para 16,4%) e Outros Serviços (de 18,0% para 18,5%).
Resultados de dezembro de 2013: taxa de desocupação cai para 4,3%
A taxa de desocupação em dezembro de 2014 foi estimada em 4,3% para o conjunto das seis regiões metropolitanas investigadas, atingindo pelo segundo ano consecutivo o menor valor da série histórica da pesquisa (mesmo valor em dezembro de 2013). Frente a novembro último a taxa diminuiu 0,5 ponto percentual.
Regionalmente, na análise mensal, a taxa de desocupação sofreu redução em quatro das seis regiões analisadas: em Salvador caiu 1,5 ponto percentual (passou de 9,6% para 8,1%); em Recife caiu 1,3 ponto percentual (passou de 6,8% para 5,5%); em Belo Horizonte caiu 0,8 ponto percentual (passou de 3,7% para 2,9%); em Porto Alegre caiu 0,6 ponto percentual (passou de 4,2% para 3,6%) e nas demais regiões não variou. Em relação a dezembro de 2013, a taxa só apresentou variação estatisticamente significativa na região metropolitana de Porto Alegre, onde aumentou 1,0 ponto percentual, passando de 2,6% para 3,6%.
O contingente de desocupados, em dezembro de 2014 (1,1 milhão de pessoas no conjunto das seis regiões investigadas) recuou 11,8% em comparação com novembro (menos 141 mil pessoas). Na comparação com dezembro de 2013, apresentou estabilidade. Na análise regional, o contingente de desocupados, em comparação com novembro, caiu em Belo Horizonte (22,1%), em Recife (20,2%), em Salvador (16,8%) e em Porto Alegre (15,0%), ficando estável nas demais regiões. No confronto com dezembro de 2013, a desocupação aumentou 44,2% em Porto Alegre e caiu 17,7% em Belo Horizonte. Nas demais regiões não apresentou variação estatisticamente significativa.
O contingente de pessoas ocupadas em dezembro de 2014 (23,2 milhões para o conjunto das seis regiões) recuou 0,7% em relação ao mês de novembro. Frente a dezembro de 2013, esse contingente não apresentou variação. Regionalmente, a análise mensal mostrou que essa população manteve-se estável em todas as regiões, exceto no Rio de Janeiro, onde apresentou queda de 1,3%. Na comparação com dezembro de 2013, Salvador e Porto Alegre, registraram alta (3,8% e 2,8%, nesta ordem), Belo Horizonte, retração (2,6%) e nas demais regiões pesquisadas o quadro foi de estabilidade.
Para os grupamentos de atividade, no conjunto das seis regiões, de novembro para dezembro de 2014, houve quedas na Indústria e na Construção (ambas de 3,9%) e alta nos Serviços Domésticos (4,0%). Em relação a dezembro de 2013, houve retração na Construção (5,1%) e elevação em Outros serviços (3,4%).
O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado, em dezembro de 2014, foi estimado em 11,8 milhões no conjunto das seis regiões pesquisadas. Este resultado não assinalou variação frente a novembro último e quando comparado com dezembro de 2013 também se mostrou estável.
O rendimento médio real habitual dos trabalhadores foi estimado, para o conjunto das seis regiões pesquisadas, no mês de dezembro de 2014, em R$ 2.122,10. Este resultado ficou 1,8% abaixo do registrado em novembro (2.161,93) e 1,6% acima do assinalado em dezembro do ano passado (R$ 2.089,57). Regionalmente, em relação a novembro passado, o rendimento apresentou retração em São Paulo (3,4%), Belo Horizonte (2,2%), Recife (1,8%) e Rio de Janeiro (1,0%). Cresceu em Salvador (2,3%) e em Porto Alegre (1,6%). Frente a dezembro de 2013, o rendimento apresentou resultado positivo em Salvador (9,7%), Porto Alegre (6,1%), Rio de Janeiro (2,6%) e Recife (1,0%); declinou 1,2% em Belo Horizonte e ficou estável em São Paulo.
A massa de rendimento médio real habitual dos ocupados foi estimada em R$ 50,0 bilhões em dezembro de 2014, registrou queda de 2,4% em relação a novembro último. Na comparação anual esta estimativa cresceu 1,4%.
247Brasil

Leia Mais »

Parques de energia eólica deverão gerar 400 empregos no Vale do sabugi e cidades precisa se preparar para receber o empreendimento

0 comentários
A Força Eólica do Brasil estará instalando no Vale do Sabugi três parques de energia eólica nas cidades de Santa Luzia, São José do Sabugi e Junco do Seridó. Segundo a empresa o empreendimento deverá gerar cerca de 400 empregos durante o processo de instalação dos parques e trazer renda e recursos para os proprietários das terras onde os parques foram implantados. 

Em audiência realizada na tarde de hoje com o prefeito de Santa Luzia, Ademir Morais, representantes da Força Eólica do Brasil discutiram a implantação do projeto eólico na cidade. 

O município de Santa Luzia deverá se preparar para receber o investimento, que está orçado em torno de 150 milhões de euros. Para tanto a cidade deverá ter mão de obra capacitada, além de uma boa estrutura em hotéis, restaurantes, entre outros investimentos para acolher o desenvolvimento.

Fonte: Sertão1

Leia Mais »

Internautas interagem com o MaisPB e enviam foto da igreja de São Mamede

0 comentários
Portal MaisPB continua despertando o interesse dos internautas da cidade de São Mamede, no Sertão Paraibano. Ontem, o vereador Francisco do Hospital elogiou o novo layout do site. Nesta quarta, o blogueiro Zé Luiz Mineiro enviou foto da igreja matriz da cidade para o nosso canal no Whatsapp e também elogiou o portal.

Parabéns toda a equipe do site MaisPB pelo novo layout, sou diretor do Blog São Mamede 1, o blog mais acessado em São Mamede, e um dos mais acessados do Vale do Sabugy. Sempre estou acessando o MaisPB, pois transmite confiança e seriedade. Abraço Zé Luiz Mineiro”.


Leia Mais »

Vem aí o primeiro forró do Ano em São Mamede no Bar e Churrascaria “Asa Branca”

0 comentários
O Bar e Churrascaria “Asa Branca” que está com nova administração, do Aílton, realiza o primeiro grande Forró do ano de 2015, com Dyda Santos de Ouro Branco.

É neste Sábado dia 31/01, a partir das 19hs no tradicional BAR e CHURRASCARIA ASA BRANCA, no centro da cidade ao lado da prefeitura de São Mamede.


BlogSãoMamede1

Leia Mais »

Emendas apresentadas por Frei Anastácio beneficiam mais de seis mil famílias do campo

0 comentários
O deputado estadual Frei Anastácio (PT) apresentou 15 emendas à Lei Orçamentária do estado para o exercício de 2015, que preveem benefícios para mais de seis mil famílias do campo com construção de casas, implantação de cisternas de placas, melhorias na irrigação, assistência técnica, além de ações voltadas para as crianças e adolescentes, tratamento do câncer e igualdade entre servidores estaduais ativos, pensionistas e inativos em relação aos direitos salariais.

“Todas as nossas emendas foram aceitas pela Assembleia Legislativa. Espero que o governador do estado coloque todas em prática”, disse Frei Anastácio ressaltando que todas as ações são voltadas para as famílias que mais precisam de ajuda na Paraíba.

Tratamento de saúde
Uma das emendas do parlamentar visa a transferência de recursos da Secretaria de Saúde do Estado, no valor de R$ 300 mil, para a Fundação Rubens Dutra Segundo, localizada em Campina Grande. A emenda assegura aporte orçamentário para as despesas com tratamento oncológico na rede pública estadual de saúde, destinado às pessoas que procuram a fundação em busca dos serviços, uma vez que não possuem condições financeiras de custear as despesas na rede privada.

Agricultores familiares
Para o município de Alhandra, por exemplo, o deputado destinou emenda que irá beneficiar 2 mil famílias com assistência técnica aos agricultores familiares. No  município de Lagoa Seca, 300 famílias serão beneficiadas com  propostas de crédito rural,além  de ampliação do acesso para 2 mil famílias de Agricultores às Políticas e Programas Públicos para Agricultura Familiar. Outra emenda propõe o mesmo benefício para 500 famílias de agricultores familiares assistidas no município de São Sebastião do Umbuzeiro e região.

Irrigação
 Operacionalização, Gerenciamento e Monitoramento das Ações de Irrigação e Drenagem para 100 irrigantes no município de Patos. A emenda tem o objetivo de alavancar a produção de agricultores familiares castigados por efeitos climáticos que diminuem a eficiência produtiva de suas plantações. A mesma ação foi destinada a 100 irrigantes no município de Sousa e para outros 100 irrigantes no município de Massaranduba.

Habitação popular
Frei Anastácio também apresentou duas emendas que propõem reforma e construção de 25 casas no Município de Esperança e a edificação de mais 250 habitações populares  para atender a famílias de baixa renda no município do Conde, e outras  100 casas em Pedras de Fogo.

Cisternas de placas
O deputado apresentou ainda emendas que estabelecem constrição de cisternas de placas para 300 famílias no município de Massaranduba, 200 em Manaira e 150 no município de Juarez Távora.

Criança e adolescente
O petista também destinou emendas voltadas ao Apoio Sócio Familiar às Crianças, aos Adolescentes, aos Jovens e as Famílias, em João Pessoa. As emendas beneficiarão 1.100 pessoas.

Servidores estaduais
“Apresentamos emenda que asseguram aos servidores inativos e pensionistas os mesmos direitos em relação aos reajustes salariais concedidos aos ativos”, disse o deputado. Ele explicou que a emenda visa restabelecer o direito de paridade, assegurado na Constituição Federal, entre os servidores ativos e inativos do Estado da Paraíba. A emenda resolve os questionamentos levantados pela Associação Paraibana dos Defensores Públicos, da Associação dos Técnicos, Auxiliares e Analistas do Poder Judiciário da Paraíba (ASTAJ-PB), do Sindicato dos Oficias de Justiça da Paraíba (SINDOJUS-PB) e de várias outras entidades importantes que representam o quadro de servidores ativos e inativos do Estado da Paraíba.


Assessoria de Imprensa

Leia Mais »

Força eólica do Brasil e SUDEMA promovem reunião publica e Santa Luzia

0 comentários
A Força Eólica do Brasil e a SUDEMA/PB estão promovendo uma reunião hoje quarta feira dia 28 de janeiro de 2015 as 19:00 horas no salão Festas e Companhia em Santa Luzia - PB.

Na oportunidade haverá debate sobre o licenciamento ambiental do Complexo Eólico Chafariz e deverão participar agricultores, representantes de entidades, ONGs, Sindicatos e autoridades públicas dos municípios de Santa Luzia, Junco do Seridó e São José do Sabugi.

A empresa ambientare é a responsável pelo projeto ambiental do parque eólico.

http://quintaldenoticias.blogspot.com.br/

Leia Mais »